Jada Pinkett diz que vida sexual com Will Smith é 'difícil'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz e empresária Jada Pinkett Smith, 50, mulher do ator Will Smith, 53, revelou detalhes de sua vida sexual com o marido em episódio de seu programa "Red Table Table", que contou com participação especial de Gwyneth Paltrow.

Nele, conta que ao longo dos anos tem conversado com o parceiro sobre a jornada juntos e que muitas vezes há uma dificuldade em manter uma vida sexual intensa. Ambos são casados desde 1997 e são pais de Jaden, 23, e Willow, 20.

"É difícil", começou ela sobre sua rotina sexual. "Nós começamos isso tudo muito novos, com 22 anos. Acho que você espera que o seu parceiro saiba [o que você quer], especialmente quando diz respeito a sexo. É tipo, 'bem, se você me ama, você deveria saber, deveria ler a minha mente'. E isso é uma imensa cilada", afirmou.

Para ela, ambos os lados precisam tomar iniciativas. "Eu tento para valer. É desconfortável, mas é profundamente saudável. Principalmente em relação a sexo, porque é algo sobre o que não conversamos tanto assim e envolve muita fantasia."

Recentemente, Smith confirmou que seu casamento com Jada Pinkett deixou de ser monogâmico e que, atualmente, o casal vive um relacionamento aberto. "Jada nunca acreditou em casamento convencional", explicou à revista GQ.

"Ela tinha membros da família que viviam um relacionamento não convencional. Então ela cresceu de uma maneira muito diferente de como eu cresci", emendou. "Houve discussões intermináveis e significativas sobre o que é perfeito em uma relação", disse.

Segundo ele, "na maior parte do nosso relacionamento, a monogamia foi o que escolhemos, mesmo não pensando na monogamia como a forma de relacionamento mais perfeita", completou Will.

Por conta disso, ele explicou que já sonhou em ter um "harém de namoradas" repleto de celebridades. "Não sei onde vi isso ou alguma coisa quando era adolescente, mas a ideia de viajar com 20 mulheres que eu amei e cuidei, e tudo isso me pareceu uma ótima ideia", disse.

Smith continuou dizendo que sua fantasia incluía a atriz Halle Berry, 55, que já foi vencedora do Oscar de melhor atriz, e a bailaria Misty Copeland, 39. O artista também disse que chegou a falar sobre o harém com a coach Michaela Boehm como um exercício.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos