J Balvin tira selfies com o papa Francisco e diz que ele gosta de reggaeton

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cantor colombiano J Balvin, 37, não perdeu a oportunidade de tietar e fazer selfies com o papa Francisco, 85, após uma reunião, na quinta-feira (1º). Ele e outros artistas estiveram no Vaticano para participar da Cimeira da Fundação Vitae, que visa discutir maneiras de elevar a sociedade e a cultura através da arte.

"Tenho certeza que ele gosta de reggaeton. Se ele gosta de futebol, gosta de reggaeton. Eu estava falando com ele e tivemos uma conexão muito boa, vou dar um disco para ele", disse J Balvin à imprensa após o encontro com o papa Francisco.

Elegante vestindo um terno preto, o cantor parecia sentir- se em casa sentado em uma cadeira vazia ao lado do papa, que usava seus trajes brancos. O músico virou alegremente para o pontífice, sacou um celular e começou a fazer selfies e gravar um vídeo da interação com o pontífice.

Após o encontro, o cantor apertou a mão do papa e disse algumas palavras que não foram ouvidas pela imprensa. Ele também compartilhou fotos e vídeo do encontro no Instagram e elogiou o papa. " Sempre vibe alta, amor e tolerância."

Internautas comentaram o encontro do cantor com o pontífice. "Te amei mais, que bom conhecer o papa não por sua condição religiosa, mas porque é um bom líder e supera os regulamentos de uma igreja", escreveu um internauta na postagem do cantor no Instagram.

"Agora o reggaeton está no Vaticano, amém", comentou outro usuário da rede social. "Coloque no perfil do WhatsApp [a foto]", sugeriu um internauta. "Tem uma canção com o papa Francisco com feat de Balvin", brincou um seguidor.