Jão no Rock in Rio vai além de seus hits e faz tributo a Cazuza com Lucinha Araújo

RIO DE JANEIRO, RJ, 09.09.2022: ROCK-IN-RIO-JÃO - Show do cantor Jão, no palco Sunset do festival Rock in Rio, no Parque Olímpido, na zona oeste do Rio de Janeiro. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
RIO DE JANEIRO, RJ, 09.09.2022: ROCK-IN-RIO-JÃO - Show do cantor Jão, no palco Sunset do festival Rock in Rio, no Parque Olímpido, na zona oeste do Rio de Janeiro. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com uma enorme mandíbula de tubarão ocupando o palco Sunset do Rock in Rio, Jão fez show que deixou seus fãs vidrados e fez até quem não o conhecia tirar os pés do chão.

Máquina da sofrência, Jão foi além dos próprios hits, como "Idiota" e "Essa Eu Fiz Pro Nosso Amor", para apostar de forma bem-sucedida em covers de Cazuza, como "Codinome Beija-Flor" e "Pro Dia Nascer Feliz", acompanhado por violinistas.

Ao encerrar a homenagem, Jão convidou ao palco a mãe de Cazuza, Lucinha Araújo, que discursou brevemente enquanto a plateia gritava o nome de seu filho.

Ao pôr do sol, Jão encerrou o show com "Idiota", que viralizou no TikTok ainda no ano passado e foi cantado em coro pelo público do começo ao fim.