'Já xinguei mulheres de todas as coisas', canta Marcelo Adnet em paródia sobre Bolsonaro

***ARQUIVO*** Rio de Janeiro, Rj, BRASIL. 15/02/2020; Retrato do humorista Marcelo Adnet no barracão da escola de samba São Clemente. Ele esta entre os autores do samba enredo da escola esse ano na Sapucai.   ( Foto: Ricardo Borges/Folhapress)
***ARQUIVO*** Rio de Janeiro, Rj, BRASIL. 15/02/2020; Retrato do humorista Marcelo Adnet no barracão da escola de samba São Clemente. Ele esta entre os autores do samba enredo da escola esse ano na Sapucai. ( Foto: Ricardo Borges/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Marcelo Adnet usou as redes sociais na noite desta sexta-feira (16) para mostrar a paródia que fez criticando o presidente Jair Bolsonaro (PL). A canção é inspirada na composição "Mulheres", de Toninho Geraes, que acabou sendo gravada por Martinho da Vila em 1995.

Inicialmente, a nova produção de Adnet foi divulgada no encerramento do podcast Interrompemos Nossa Programação, no canal do YouTube do jornal O Globo, e, depois, compartilhada nos perfis do humorista.

Na paródia, ele debocha da postura do atual chefe do governo em relação ao gênero feminino. "Já xinguei mulheres de todas as coisas, de barbaridades e de muitos desaforos", começa a letra.

Adnet já tinha feito uma gravação sobre a suspeita de interferência do presidente na Polícia Federal na investigação de Milton Ribeiro, em junho deste ano. Na época, o ator publicou um áudio na redes sobre uma conversa fictícia do candidato à reeleição e o ex-ministro da Educação.