'Já foi tarde, o planeta amanheceu melhor', diz Raul Gazolla sobre morte de Guilherme de Pádua

*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 19.06.2019 - O ator Raul Gazolla durante evento em São Paulo. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 19.06.2019 - O ator Raul Gazolla durante evento em São Paulo. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator Raul Gazolla, 67, celebrou a morte de Guilherme de Pádua aos 53 anos vítima de um ataque cardíaco. Em conversa com o site F5, da Folha de S.Paulo, disse que "o planeta amanheceu melhor, o ar mais limpo".

"Até o bispo da igreja dele [Márcio Valadão] deu a notícia rindo. Devia ser um tormento para a igreja ter como pastor um assassino com um ego tão grande quanto seu crime", afirma.

Gazolla era casado com Daniella em 1992, ano em que foi brutalmente assassinada por Pádua e sua mulher na época, Paula Thomaz, com golpes de tesoura.

Até hoje, 30 anos depois, ele confessa que não tinha conseguido perdoar os assassinos. "Já foi tarde. Agora tem que acertar as contas com o invertido, o capiroto, o coisa ruim", diz.

"Vamos seguir em frente e agradecer por estarmos em um mundo melhor hoje", encerra o ator que pode ser visto em "Travessia" (Globo), trama escrita por Gloria Perez, mãe de Daniella.