Ivete Sangalo relembra morte trágica do irmão: "Seguir ou morrer junto com ele"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ivete Sangalo à frente do
Ivete Sangalo à frente do "Pipoca da Ivete", novo programa dominical da cantora na Globo (Foto: Divulgação/Globo)

À frente do "Pipoca da Ivete", que estreia neste domingo (24) na Globo, Ivete Sangalo relembrou a morte trágica do irmão Marcos, que foi atropelado em Salvador, na Bahia, quando a cantora tinha apenas 16 anos. Em entrevista, ela contou como seguiu em frente "ou morria junto com ele".

"Eu perdi um irmão, isso me fez não pipocar, embora eu estivesse destruída por dentro. Tive contato com uma tristeza muito estranha, fiquei impotente", declarou ao jornal Extra. "Eu não tinha outra saída senão seguir, ou eu morria junto com ele."

"Marcos foi um cara que ensinou muito para nós todos da família. Os medos existem, são intrínsecos, estão debaixo do meu tapete. Eu quero varrê-los para fora", acrescentou a cantora. Ivete também falou sobre como vê o mundo atualmente e disse que não consegue se acostumar com a situação:

"Faltam empatia, valores. As pessoas perderam essa vontade de olhar para o outro. Sobra ansiedade. Ataques coletivos, coisas muito loucas estão acontecendo. Por mais que a gente tenha melhor acesso à informação, comportamentos perigosos estão sendo sinalizados. Eu não me habituo, não naturalizo. É muito angustiante. Sigo na minha missão de levar alegria às pessoas", afirmou.

"Pipoca com Ivete"

Ivete e a TV Globo se namoram para um programa solo há muitos anos e agora vingou. “Não foi uma coisa abrupta, foi uma conquista paulatina minha. De entender se queria e o desejo da Globo de fazer. Creso e eu conversávamos sobre esse programa há muitos anos. Fomos maturando esta ideia para não ser pesado e ser leve, gostoso, para todas as famílias”, contou a cantora em entrevista coletiva, no início do mês, ao falar sobre o diretor da atração, Creso Eduardo Macedo.

Além do tradicional musical e do carisma de Ivete, o programa contará com brincadeiras, adivinhações, desafios, muita música, bate papo e até interpretação. “Me acho a maior atriz do Brasil, eu gosto. Faremos pílulas de novelas, que era um desejo meu. Esperando os convites, que enquanto não chegam vou entubando aqui no meu programa (risos). Não tenho o compromisso de ser uma dramaturgia”, apontou.

Deixando o nervosismo de lado e entrando no palco para se “divertir”, Ivete quer vida longa à atração que tem várias características já comuns do público por programas como o “Silvio Santos”, do SBT. “Como esse programa é de sucesso, já está sendo, e vai ser duradouro e permanente, sem dúvida trarei não só Marcelo como todas as pessoas que eu puder. Eles estão muito felizes em casa com esse programa. É uma expectativa de todo mundo”, completou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos