Ivete Sangalo critica armamento: "Se fosse bom a gente acabava com esse vírus"

Bárbara Saryne
·2 minuto de leitura
A cantora falou sobre coronavírus e armamento (Foto: Reprodução/Instagram/@ivetesangalo)
A cantora falou sobre coronavírus e armamento (Foto: Reprodução/Instagram/@ivetesangalo)

Ivete Sangalo fez uma live surpresa e polêmica na noite desta terça-feira (28). Entre uma música e outra, mesmo sem querer se envolver em debates políticos, a cantora se posicionou contra o armamento e ficou entre os assuntos mais comentados.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

A crítica fez com que apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) encarassem como indireta ou afronta ao Chefe de Estado. “Pra quê arma, minha gente? Se arma fosse bom mesmo a gente pegava e acabava esse vírus na base da bala! Mas o que a acaba o vírus é a ciência e a medicina, educação e estudo”, disse ela em um trecho que viralizou nas redes.

Leia também

No Twitter, alguns fãs da cantora comemoraram o posicionamento. “Ivete nunca decepciona”, disse um. “Demorou para falar alguma coisa sobre esse assunto, ainda bem que não defendeu o Bozo”, argumentou outro. “Sensata, coerente e ciente de seu papel na sociedade”, elogiou um terceiro.

Apoiadores do presidente, porém, não curtiram o comentário feito na live. “Sem armas ficamos a mercê do Estado e bandidos. Não temos segurança particular. A ciência não traz VERDADES absolutas e requer tempo para chegar a conclusões, alem de representar interesses. A sabedoria e senso comum em certos momentos tem peso importante. A vida não é só Covid-19”, criticou um internauta.

Muitos perguntaram, ironicamente, se Ivete não anda com um segurança particular armado. O comentário também rendeu assunto porque a cantora não se posicionou no ano da eleição mesmo sendo cobrada por fãs e outros artistas.