Ivete Sangalo avalia sexo na pandemia: "Madeira pra todo lado"

Bárbara Saryne
·2 minuto de leitura
A cantora abriu o jogo sobre sexo na pandemia (Foto: Reprodução/Instagram/@ivetesangalo)
A cantora abriu o jogo sobre sexo na pandemia (Foto: Reprodução/Instagram/@ivetesangalo)

A pandemia também afetou a intimidade dos casais? Ivete Sangalo, que é casada com Daniel Cady, diz que o sexo mudou, mas não deixou de acontecer. Segundo a cantora, o momento exige criatividade e respeito à individualidade do parceiro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

"Na quarentena, a frequência do sexo é outra. Existem outras prioridades. Mas é o seguinte, tem que ser caceteiro, garantir. Demora um pouco, mas na hora que a casa cai é pedaço de madeira para todo lado", disse a artista, aos risos, em conversa com Otaviano Costa.

Leia também

De acordo com a artista, a pandemia reforçou a importância do diálogo e compreensão entre parceiros. "É muito difícil você criar uma história de romance dentro de uma ideia que não é romântica. A ansiedade sobre o que está por vir, essa dúvida sobre o que vai acontecer, esse número de mortos [pela covid-19]", justifica.

Recentemente, fãs e jornalistas chegaram a cogitar que o casamento de Ivete estava em crise, mas eles colocaram fim nos boatos depois que o nutricionista deu um beijão na esposa em uma live. O casal está junto há cerca de doze anos e são pais de Marcelo, de 11 anos, que já se envereda pela música tocando percussão e outros instrumentos com a mãe.