Isabel Teixeira, a Bruaca de "Pantanal, diz que foi massacrada por padrões estéticos

Maria Bruaca vira Maria Chalaneira (Globo/João Miguel Júnior)
Maria Bruaca vira Maria Chalaneira (Globo/João Miguel Júnior)

Hit entre o público de "Pantanal", Isabel Teixeira falou sobre o sucesso da personagem e afirmou que finalmente consegue ver uma luz no fim do túnel para os padrões machistas que sempre definiram a beleza feminina.

"A lei da beleza foi feita pelos homens. Eu passei a minha adolescência inteira querendo ser uma pessoa que ele ia gostar. Aquilo lá (revista adolescente de beleza) foi muito nocivo para mim porque eu falava: "Nunca que eu vou ser assim", afirmou, em entrevista ao podcast "Calcinha Larga".

A atriz afirmou que está em paz com o espelho, mas que o caminho para a aceitação foi longo. "Fiz as pazes comigo mesma. Eu senti isso. Tive um período aí que começou em outubro de 2018 que entrei num lugar ruim. Passei umas crises assim, e fui saindo. Fui saindo com muita desconstrução, com muita terapia".

Ícone feminista

Isabel Teixeira conquistou o Brasil com seu retrato sensível e empoderado da personagem Maria Bruaca, um dos papeis mais marcantes do remake de "Pantanal". A personagem foi celebrada pelo público desde a primeira edição da novela, em 1990, mas ganhou tons feministas no texto de Bruno Luperi.

Bruaca é um retrato da violência contra as mulheres que ainda predomina em todos os estados do Brasil. A personagem cresceu isolada, sem informação, acesso à internet e TV e nunca sequer ouviu falar sobre seus direitos e sobre a Lei Maria da Penha, que protege mulheres vítimas de assédio e abuso. Para ela, ser traída e abusada verbalmente pelo marido Tenório era o único cotidiano possível, e foi só quando descobriu que o fazendeiro tinha outra família em São Paulo que Bruaca decidiu virar o jogo e lutar por sua liberdade.

Em uma participação no "Criança Esperança", Isabel Teixeira deixou uma mensagem emocionante para as mulheres que se identificaram com a mensagem da personagem. "Maria Bruaca parou de lavar as cuecas do Tenório, né? Agora ela lava a alma de todas as mulheres. Ela reagiu e mostrou que o lugar de mulher é onde ela quiser. Ser livre é a melhor coisa desta vida", afirmou.