Irmãos de 2 e 14 anos morrem após levarem choque juntos

REUTERS

Dois irmãos morreram em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, nesta segunda-feira, após levarem um choque na comunidade da Cerâmica, no bairro Porto do Rosa. Eles teriam sido atingidos por fios de alta tensão soltos, segundo relato de parentes. Kauã Gonçalves Bittencourt , de 14 anos, teria tentado salvar Kaio Gonçalves de Souza Ribeiro, de 2, quando o viu caído e acabou sendo eletrocutado também.

Horas antes da tragédia, uma forte chuva havia atingido a Cerâmica. Quando o temporal parou, Kauã, Caio e outros três irmãos foram brincar em um campo de futebol perto de casa. Logo depois, um fio da concessionária de energia Enel teria de desprendido e atingido Caio.

Leia também

Imediatamente, segundo o tio-avô das crianças, o motorista de caminhão Lenilton Gonçalves de Oliveira, de 44 anos, contou que Kauã correu para salvar o irmão:

— Eles moravam lá há pouco mais de três anos. Acreditamos que o fio que estava solto e atingiu eles — disse Lenilton.

Segundo uma vizinha, que preferiu não se identificar, há meses os moradores já tinham pedido a troca do fio à Enel. No entanto, a empresa não fez o reparo.

— O fio de alta tensão já estava arrebentado havia dias, A pipa ficou agarrada e o Riam (outro irmão) a puxou. Com isso, o fio soltou e atingiu os irmãos — disse a mulher.

Os irmãos chegaram a ser levados para o Hospital estadual Alberto Torres, também em São Gonçalo, mas chegaram mortos à unidade. Parentes das crianças foram ao Instituto Médico Legal (IML), na manhã desta terça-feira, para fazer a liberação dos corpos.

A investigação do caso está a cargo da 73ª DP (Neves). Em nota, a Enel lamentou as mortes e diz que prestará apoio à família:

"A Enel Distribuição Rio lamenta profundamente o acidente de hoje (13/01) no bairro Portão do Rosa, em São Gonçalo. A distribuidora informa que enviou uma equipe ao local assim que a empresa foi informada do caso, mas os técnicos foram impedidos de acessar a região. Por medida de segurança, a concessionária interrompeu o fornecimento de energia no local remotamente. A concessionária acrescenta que vai prestar apoio aos envolvidos e seus familiares, enquanto apura as circunstâncias do acidente".

Da AGÊNCIA O GLOBO