Irmão de Kevin Spacey diz que ator é "monstro" igual ao pai

Spacey saindo do tribunal na última segunda-feira, dia 7 (Imagem: Getty Images)

Randy Fowler, irmão de Kevin Spacey, voltou a falar sobre os abusos que ambos sofreram na infância, por parte do pai deles. Em entrevista ao podcast The Drew and Mike, reproduzido pelo site TMZ, Fowler foi mais incisivo do que nunca: “Eu sei exatamente quem Kevin Spacey é. Ele é como meu pai, o monstro”, declarou.

Desde que as acusações de assédio sexual contra Spacey, que começaram a vir à tona em outubro de 2017, o irmão menos famoso deu diversas declarações narrando a rotina de violência que ambos vivenciaram quando crianças. “Os abusos aconteciam duas ou três vezes por semana e eu achei que tinha protegido o Kevin dele, mas desde o surgimento dessas alegações contra ele eu passei a suspeitar que ele também tenha sido abusado. Como ele não fala comigo, eu provavelmente jamais saberei”, havia declarado Fowler ao tabloide britânico The Sun, em janeiro do ano passado.

Nesta última segunda-feira, Kevin Spacey compareceu ao tribunal de Nantucket, em Massachusetts, para responder à acusação de ter abusado de um jovem de 18 anos num bar da cidade. O processo foi aberto poir Heather Unruh, mãe do rapaz.

“Em julho de 2016, o ator Kevin Spacey abusou sexualmente do meu filho. Aconteceu à noite em um bar. Meu filho tinha 18 anos. Ele disse para Spacey que tinha idade legal para beber. Ainda que ele tivesse mais de 21 anos, Kevin Spacey não tinha direito de atacá-lo sexualmente. Spacey pagou ‘drinque após drinque’ para meu filho. Quando meu filho estava bêbado, Spacey colocou a mão dentro da calça do meu filho e segurou sua genitália. Não houve consentimento. Foi um ato criminoso. Meu filho tentou se mover, Spacey continuou. Depois, foi ao banheiro e meu filho correu o mais rápido que pode até a casa da avó dele”, disse Heather à imprensa.

O ator foi acusado formalmente e a partir de agora será julgado. Ele diz ser inocente.

Esta é apenas uma das acusações contra Spacey que surgiram desde o final de 2017. Na Inglaterra, por exemplo, a polícia local apura diversos depoimentos de homens que trabalharam com ele no Teatro Old Vic e o acusam de comportamento inapropriado durante o período em que foi diretor artístico da companhia.

As polêmicas causaram sua demissão da série ‘House of Cards’, da Netflix. Na véspera do Natal, o astro chegou a publicar no YouTube um vídeo no qual aparece interpretando Frank Underwood e faz um monólogo para lá de ambíguo, por servir tanto para seu personagem como para a própria vida pessoal.

“Eu sei o que vocês querem. Vocês me querem de volta. Claro que alguns acreditaram em tudo e queriam muito me fazer confessar que tudo o que eles disseram é verdade e eu tive o que mereci. Mas você não acreditaria no pior sem evidências, acreditaria? Não partiria para o julgamento sem fatos, partiria?”, diz.

Veja abaixo: