Irmãos Coen escrevem nova versão de 'Scarface', ambientada em Los Angeles

"Scarface" se passou em Miami no hit de Brian De Palma, em 1983, estrelado por Al Pacino como um cruel imigrante cubano que constrói um império da cocaína.

Uma nova versão do clássico filme "Scarface", escrita pelos irmãos Coen e ambientada em Los Angeles, avança com um novo diretor da Universal Pictures, disse à AFP uma fonte próxima à produção nesta quinta-feira (14).

O filme será dirigido pelo indicado ao Oscar Luca Guadagnino ("Me chame pelo seu nome") e será a terceira versão em tela grande da sangrenta história do submundo dos imigrantes.

O filme original de 1932, dirigido por Howard Hawks - baseado em um romance parcialmente inspirado na vida de Al Capone - retrata a máfia italiana em Chicago.

A trama se passa em Miami na cultuada versão de Brian De Palma, em 1983, e é estrelada por Al Pacino como o implacável cubano Tony Montana, que constrói um império da cocaína.

O novo filme pretende reinventar "a principal história dos imigrantes" contada nos filmes de 1932 e 1983.

Ao adaptar a história mais uma vez, Joel e Ethan Coen ("Fargo") seguem os passos de Oliver Stone, aclamado por seu roteiro ultraviolento para a segunda versão - que incluía a clássica frase de Pacino: "Say hello to my little friend."

Os irmãos Coen, várias vezes vencedores do Oscar, escreveram a versão mais recente do roteiro, com base em rascunhos anteriores do projeto de longa data.

O italiano Guadagnino também está trabalhando na sequência de "Me chame pelo seu nome" e na adaptação de "O Senhor das Moscas".

Nenhuma data de lançamento ou elenco foram anunciados para o novo "Scarface". Atualmente, toda a produção em Hollywood está paralisada devido à pandemia do novo coronavírus.