Irmão de Diego Maradona desabafa após morte: 'Hoje para mim o futebol morreu'

Extra
·1 minuto de leitura

O irmão mais novo de Diego Maradona, Hugo Maradona, foi o primeiro familiar que se pronunciou sobre a morte do ex-camisa 10 da Argentina. Ainda na itália, onde reside com sua mulher e filhos, ele concedeu uma entrevista ao canal argentino "TyC Sport" e falou sobre a sua dor, ao afirmar que o "futebol havia morrido" para ele com a perda do ex-jogador, que tinha 60 anos e morreu em casa, na tarde desta quarta-feira, dia 25, em Buenos Aires.

"Hoje (quarta-feira) para mim o futebol morreu, ele deixou tudo em campo e quero que eles se lembrem dele por tudo que ele deu em campo. Estou muito triste, muito triste. Isso é muito doloroso, é uma perda muito grande e tudo que eu quero é abraçar meu irmão. Ainda não consigo acreditar, acho que o que está acontecendo é uma piada", disse.

Hugo, que é conhecido como "El Turco" Maradona, precisou passar por um exame urgente de Covid-19 para conseguir viajar para Argentina e se despedir do irmão. O corpo de Maradona está sendo velado desde as primeiras horas desta quinta-feira, dia 26, e em uma capela da Casa Rosada, sede do governo, e assim vai permanecer até sábado.

"Agora é preciso deixá-lo descansar em paz porque, como ele disse no estádio do Boca: 'fiz cagada e paguei por isso' e aquelas cagadas pregaram uma peça nele. Espero poder viajar para me despedir do meu irmão, abraçar os meus irmãos e estar com todas as pessoas que o amam e que sempre o amarão", disse Hugo, que ainda tem mais cinco irmãos, além de Diego.