Irmã de Paulo Gustavo faz post emocionado com 'última foto', de mãos dadas com o ator

·3 minuto de leitura

O ator Paulo Gustavo e sua irmã Juliana Amaral eram unha e carne, como se diz. Unidos na vida e no trabalho. Como ela postou nas redes sociais, estavam, e estarão, "Sempre e para sempre" de mãos dadas. A declaração acompanha justamente uma foto que mostra as mão dos dois entrelaçadas: "Essa foi a nossa última foto, um pouco antes da sua passagem, sempre de mãos dadas, SEMPRE E PARA SEMPRE!", escreveu. Ela também aproveitou as palavras emocionadas para falar sobre vacina: "Não deu tempo de vc tomar a vacina irmão e agora vc é a luz mais linda que vai me ajudar a seguir em frente e realizar o meu sonho que vc tanto acreditava, até mais do que eu!".

Acompanhando de perto a luta do irmão contra a Covid-19 durante os 53 dias em que ele ficou internado, Ju, como é conhecida pela família e pelos amigos, ressaltou a leveza e a alegria do ator, inclusive para tratar questões políticas - dias antes de ser internado, o ator fez um post criticando a falta de vacinas: "Sim, meu irmão tratava todas as questões políticas com amor, leveza, alma, alegria e humor! Ele me dizia que o humor que ele fazia, iria transformar até o intransformável. Ele era muito otimista! Que um dia iriam existir mais pessoas boas do que ruins! Não deu tempo pra ele estar com todos nós nessa vida terrena, sentindo na prática todo esse movimento e evolução pelo que ele tanto LUTAVA. Ele ficava tão feliz com cada pessoa que escrevia pra ele dizendo que ele a tinha curado disso e daquilo!".

Ela termina a mensagem ressaltando o poder de união dele, a generosidade com todos e a intensidade com que fez tudo, sempre: "Eu te amo tanto irmão. Talvez vc soubesse, no seu inconsciente, que a sua passagem por aqui seria rápida! Só consigo pensar nisso, na sua rapidez de acontecer logo o que você tanto queria, pra vc poder assistir a tudo isso! O seu sonho! TODAS as pessoas realizadas, todas as pessoas felizes e sem passar perrengue!".

A missa de sétimo dia do ator, que morreu na semana passada, ocorre nesta terça-feira, a partir das 18h30m, no Cristo Redentor. A cerimônia será transmitida ao vivo pelo Multishow, com sinal aberto para não assinantes no Globoplay. A família divulgou um comunicado sobre a cerimônia:

“Como retribuição a todas as manifestações de carinho que têm recebido, os familiares do artista dividirão a última homenagem com os fãs e admiradores interessados em despedir-se, acompanhando a transmissão à distância e em resguardo, pelo canal Multishow, a partir das 18h30 (horário de Brasília) Na ocasião, o sinal do Multishow no Globoplay Mais Canais estará aberto e, mesmo quem não é assinante da plataforma, poderá acompanhar a despedida. A Missa de Sétimo Dia do ator será celebrada pelo reitor do Santuário Cristo Redentor, Padre Omar, no Santuário Cristo Redentor da Arquidiocese do Rio de Janeiro. A celebração seguirá as normas internacionais contra o Coronavírus e as regras da Arquidiocese do Rio de Janeiro e da Vigilância Sanitária. Na missa, restrita a parentes e amigos próximos do artista, homenagens serão feitas ao ator e a todas as vítimas da Covid-19”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos