Contra a Juventus, Internazionale tenta provar que pode desbancar a atual octacampeã na disputa do título

Sensi, Godin e Barella são nomes importantes da Inter de Conte. Foto: Marco Bertorello/AFP/Getty Images

Por Clara Albuquerque (@claalbuquerque)

Com seis vitórias em seis jogos no Campeonato Italiano, a Internazionale recebe a vice colocada Juventus, neste domingo, com uma missão clara: manter a liderança e abrir uma vantagem de até 5 pontos para o time de Turim. Há anos, o Derby d’Italia não tem uma importância e um equilíbrio tão grande. Ainda que esteja sendo disputado na sétima rodada, o confronto pode decretar a maturidade do time de Antonio Conte e colocá-lo de vez na briga por um título que ninguém tira da Juventus nos últimos oito anos.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Para tentar completar a façanha, a Inter tem ao seu lado um início de temporada empolgante. Com 100% de aproveitamento nas seis primeiras rodadas da Série A, algo que atinge apenas pela segunda vez em sua história, tem a melhor defesa da competição, sofreu apenas dois gols, e o segundo melhor ataque, com 13 bolas nas redes, duas a menos apenas que Napoli e Atalanta. Reforços como o atacante Romelu Lukaku e o zagueiro uruguaio Godin também se adaptaram bem ao grupo.

Leia também:

“Este é o começo de uma jornada. Mudamos radicalmente a situação em relação aos anos passados. As pessoas falam sobre as peças que chegaram, mas não sobre o mercado de saída: alguns jogadores que eram base do time foram embora. O trabalho será importante, porque através dele, os jogadores vão melhorar e crescer. Trabalhamos dia e noite para colocar o carro a 200 por hora”, disse Conte em coletiva antes do derby.

O confronto com a Juventus é considerado um segundo teste da força do grupo atual, montado pelo grupo chinês Suning, atual proprietário do clube. Na última quarta-feira, diante do Barcelona, apesar da derrota por 2 a 1, de virada, o time deixou uma boa impressão, no Camp Nou, na Liga dos Campeões. Mostrou uma personalidade e uma agressividade que vinha faltando nos últimos anos. Autor do gol nerazzurro na partida, o argentino Lautaro Martinez falou sobre o papel que o técnico Antonio Conte tem desempenhado desde sua chegada no início da temporada: “ele espera trabalho duro, seriedade e intensidade nos treinamentos. Em relação ao ano passado, trouxe uma mentalidade diferente para o time”, disse após o jogo.

O clássico também marca o reencontro oficial de Conte com a Juventus, clube pelo qual conquistou três scudettos (2011/2012, 2012/2013 e 2013/2014). O treinador até fez uma partida amistosa contra a equipe de Sarri, há dois meses, na Ásia, mas o empate em 1 a 1 está longe de ter tido alguma importância. Nenhum dos dois times mostrava traços significativos ainda do trabalho de seus novos comandantes. Algo bem diferente do momento atual. A Inter de Conte tem cada vez mais as características de seu técnico, com uma defesa sólida, enquanto a Juventus também já mostra evolução para um modelo de jogo mais ofensivo e de mais toque de bola.

“A Inter é uma equipe forte e sólida. Nos momentos em que tem o jogo nas mãos, é perigosa, quando não, se defende e é forte no contra-ataque. Me parece um time completo neste momento”, disse Sarri, em coletiva prévia da partida. “Enfrentaremos uma situação que provavelmente será mais difícil do que nos anos anteriores. Devemos confirmar os passos adiante que estamos dando no caminho de um tipo de jogo. Se evoluirmos no desempenho, os resultados poderão vir com mais facilidade", completou.

A Juventus ainda não perdeu na temporada, incluindo todas as competições, mas tem um empate no campeonato italiano que a deixa dois pontos atrás da Inter. O clássico será a chance de retomar a liderança.

Se tudo indica, então, que Internazionale e Juventus serão os grandes candidatos ao título, a torcida faz questão de comparecer, claro. O San Siro terá casa cheia para o clássico de número 236 na história. As arquibancadas terão cerca de 75 mil pessoas, com uma renda de 6,5 milhões de euros, um novo recorde para jogos disputados na Itália, incluindo jogos da Serie A e Champions.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter