Incêndio da boate Kiss será retratado em duas séries; veja as diferenças

Projetos chegam ainda este mês nas plataformas de streamings

Homenagem as vítimas do incêndio na boate Kiss na cidade de Santa Maria, no estado do Rio Grande do Sul, em 2013. Ao lado, cena da minissérie
Homenagem as vítimas do incêndio na boate Kiss na cidade de Santa Maria, no estado do Rio Grande do Sul, em 2013. Ao lado, cena da minissérie "Todo Dia a Mesma Noite", da Netflix. (Foto: Getty Images/Divulgação/Netflix)

O incêndio na boate Kiss será retratado em duas obras para streaming, a minissérie chamada "Todo Dia a Mesma Noite", para a Netflix e a série documental "A Tragédia de Santa Maria", para o Globoplay. Os projetos serão lançadas ainda este mês nas plataformas.

Ambas as produções vão levar para as telas detalhes do incêndio que matou 242 pessoas na cidade universitária de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, em 27 de janeiro de 2013. Confira as diferenças entre elas:

"Todo Dia a Mesma Noite"

A minissérie é baseada no livro homônimo da jornalista Daniela Arbex e revela os bastidores da luta da família de cada vítima por justiça. Diferente da obra original, a série será uma obra ficcional que reconta a tragédia que parou o Brasil há uma década.

O elenco conta com Paulo Gorgulho ("Pantanal"), Débora Lamm ("Amor de Mãe"), Thelmo Fernandes ("Coisa Mais Linda"), Bianca Byington ("Vizinhos") e Leonardo Medeiros ("A Vida da Gente"). Ao todo, serão cinco episódios dirigidos por Julia Rezende, que estreiam na Netflix no dia 25 de janeiro. Confira o trailer oficial:

"Boate Kiss: A Tragédia de Santa Maria"

A série retrata, em cinco episódios, a busca por sobreviventes e a luta dos familiares das vítimas por justiça. Com depoimentos e imagens inéditas, o projeto reconstitui a sucessão de acontecimentos que causou a morte de dezenas de jovens e mostra as reviravoltas de um processo judicial, que segue sem desfecho.

"Boate Kiss: A Tragédia de Santa Maria" é dirigido por Marcelo Canellas, repórter da TV Globo que passou a infância e a adolescência na gaúcha Santa Maria. Ele cobriu os desdobramentos do incêndio nos últimos dez anos e realizou o projeto em parceria com a TV Ovo, coletivo de audiovisual da cidade. A série documental será lançada pelo Globoplay em 26 de janeiro.