Igreja da Inglaterra diz que Meghan não fez um casamento real secreto

·1 minuto de leitura
Arcebispo de Canterbury, Justin Welby, faz uma oração

LONDRES (Reuters) - O arcebispo de Canterbury, Justin Welby, contradisse a afirmação da duquesa real britânica Meghan de que ela se casou com o príncipe Harry vários dias antes da cerimônia oficial suntuosa no Castelo de Windsor em 2018.

Meghan, a duquesa de Sussex, disse a Oprah Winfrey em uma entrevista transmitida no início deste mês que se casou com o neto da rainha Elizabeth em uma cerimônia secreta oficiada pelo arcebispo alguns dias antes do evento em Windsor, que foi realizado com grande pompa e circunstância.

"Sabe, três dias antes do nosso casamento, nós nos casamos – ninguém sabe disto", disse ela. "Só nós dois em nosso quintal com o arcebispo de Canterbury."

Mas Welby o negou.

"O casamento legal aconteceu naquele sábado", disse ele, segundo citação do jornal alemão Die Welt, acrescentado que ele mesmo assinou a certidão de casamento. "Eu teria cometido um crime se tivesse assinado algo que não era verdadeiro."

Ele disse que havia tido uma "série de encontros particulares e pastorais" como Harry e Meghan, mas não quis dar detalhes das conversas. "Se você fala com um padre, é de se esperar que a conversa permaneça particular."

A mídia britânica já publicou uma cópia da certidão de casamento que mostra que a cerimônia oficial aconteceu no Castelo de Windsor, e a autoridade que a redigiu disse que Meghan estava confusa ou mal informada e que talvez o casal tenha trocado alguns votos simples diante do arcebispo.

(Por Thomas Escritt em Berlim e Guy Faulconbridge em Londres)