Humberto Carrão aparece caracterizado como Caco Barcellos para série do Globoplay

*ARQUIVO* SAO PAULO/ SP, BRASIL, 31-07-2018: Humberto Carrao, ator na  Pré-estreia do filme (O Animal Cordial ) no Espaço Itaú Frei Caneca.   (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
*ARQUIVO* SAO PAULO/ SP, BRASIL, 31-07-2018: Humberto Carrao, ator na Pré-estreia do filme (O Animal Cordial ) no Espaço Itaú Frei Caneca. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Humberto Carrão, 31, deu um gostinho nesta sexta-feira (16) de sua caracterização como Caco Barcellos, 72, para a série "Rota 66 - A Polícia que Mata", que ele está gravando para a Globoplay. O ator publicou nas redes sociais uma foto em que seu rosto aparece junto ao do jornalista.

"Eu e Caco no monitor", escreveu na legenda. "Foto do nosso produtor Gustavo Gomes de Mello em um dos dias mais especiais do nosso trabalho. Falta pouco!"

A série, que tem previsão de estrear no dia 22, é baseada no livro homônimo escrito pelo apresentador do Profissão Repórter (Globo). A obra, que venceu o Prêmio Jabuti em 1993, investiga um "esquadrão da morte oficial" em São Paulo.

Carrão vai interpretar uma versão ficcional do repórter. Ele começará investigando o assassinato de três jovens até se deparar com um grupo de matadores que opera com o aparente aval da Polícia Militar. "Quanto mais investiga, mais o jornalista descobre vítimas inocentes nas periferias da cidade onde, longe dos holofotes, a violência excessiva é cometida contra jovens negros e pobres", diz a sinopse.

Além dele, estarão no elenco nomes como Lara Tremouroux, Juan Queiroz, Adriano Garib, Rômulo Braga, Gabriel Godoy, Ricardo Gelli, Ailton Graça, Wesley Guimarães, Rafael Lozano, Naruna Costa, Felipe Oládélè, Ariclenes Barroso, Virgínia Rosa, Magali Biff, Ivy Souza, Bruno Vinícius, Gabriel Wiedemann, Edu Guimarães, Nizo Neto e Maria Manoella.