Hugh Jackman testa positivo para Covid e musical da Broadway "Music Man" é nova vítima do vírus

·1 min de leitura
Ator Hugh Jackman em evento em Nova York

(Reuters) - O revival do musical da Broadway "The Music Man", o espetáculo mais badalado de Nova York, teve de cancelar nesta terça-feira suas apresentações por cinco dias após o astro Hugh Jackman testar positivo para a Covid-19.

No último dos espetáculos da cidade a ser vitimado pela nova onda de coronavírus, Jackman disse em sua conta no Twitter que tinha apenas sintomas leves, incluindo a garganta irritada e o nariz escorrendo, e que em breve ele estaria liberado para estar novamente no palco.

Os produtores anunciaram que todas as exibições do musical seriam canceladas até o dia primeiro de janeiro.

Jackman testou positivo após sua co-estrela Sutton Foster adoecer com o coronavírus na semana passada, e ser substituída por uma suplente. Foster retorna no dia 2 de janeiro, mas Jackman deve ficar de fora até o dia 6 de janeiro.

Dezenas de espetáculos, entre eles "Hamilton", "O Rei Leão" e "Aladdin", foram forçados a cancelar apresentações nas últimas duas semanas, enquanto o vírus se alastra pela cidade apesar da obrigatoriedade da vacina para elenco, equipe e público.

Alguns deles, como o show de Natal dos Rockettes no Radio City Music Hall, foi suspenso completamente, enquanto musicais como "Jagged Little Pill" e "Ain't Too Proud" fecharam semanas antes do que era previsto por conta do avanço de casos e baixas vendas de ingressos durante a normalmente movimentada temporada de final de ano.

(Reportagem de Jill Serjeant)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos