Hugh Jackman testa positivo para Covid e se afasta de musical da Broadway

Hugh Jackman se apresenta na cerimônia de premiação do Tony, em Nova York

LONDRES (Reuters) - O ator Hugh Jackman teve que se afastar da atuação no musical da Broadway "The Music Man" pela próxima semana depois de testar positivo para a Covid-19 pela segunda vez.

O astro australiano de 53 anos postou uma mensagem de vídeo no Twitter na segunda-feira. A notícia foi divulgada um dia após o ator de "X-Men" e "O Rei do Show" se apresentar no Tony Awards.

“Eu queria que vocês ouvissem de mim primeiro que, infelizmente, esta manhã, de forma frustrante, testei positivo para Covid novamente”, disse Jackman, que interpreta o vigarista Harold Hill no musical.

"Então, meu incrível Max Clayton vai continuar para mim. Max e eu temos trabalhado juntos neste show por mais de dois anos... Posso dizer por experiência que ele é absolutamente extraordinário, então estou apenas frustrado por não poder vê-lo e torcer por ele."

A produção, exibida no Winter Garden Theatre de Nova York, cancelou as apresentações em dezembro passado depois que Jackman contraiu o vírus.

"Este é outro lembrete para mim... que os verdadeiros heróis da Broadway são nossos substitutos; eles dão significado à frase 'O show deve continuar' e vai continuar e será incrível."

Jackman disse que voltará o mais rápido possível. Um post na página do Twitter da produção informou que ele retornará em 22 de junho.

(Reportagem de Marie-Louise Gumuchian)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447702)) REUTERS AC

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos