'Houve incompetência ou má-fé', diz Lula ao decretar intervenção federal

'Houve incompetência ou má-fé', diz Lula ao decretar intervenção federal
Lula comentou sobre a segurança do DF em um pronunciamento sobre os atos antidemocráticos credit:Bang Showbiz
Lula comentou sobre a segurança do DF em um pronunciamento sobre os atos antidemocráticos credit:Bang Showbiz

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou sobre a segurança do DF em um pronunciamento sobre as manifestações antidemocráticas ocorridas neste domingo (8).

Após os atos, que depredaram os prédios dos Três Poderes em Brasília, o líder do Executivo foi a público decretar intervenção federal no Distrito Federal até o dia 31 de janeiro.

Com objetivo de "pôr termo ao grave comprometimento da ordem pública", o decreto nomeou Ricardo Garcia Cappelli ao cargo de interventor, subordinado ao Presidente da República.

No discurso, Lula fala sobre uma possível "má-fé" por parte dos encarregados de segurança do Distrito Federal.

“Eles invadiram, quebraram muitas coisas e, lamentavelmente, quem tem que fazer a segurança do Distrito Federal é a Polícia Militar do Distrito Federal, que não fez”, disse o presidente.

“Houve, eu diria, incompetência, má-vontade ou má-fé das pessoas que cuidam da segurança pública do Distrito Federal”, continuou.

Mais de 300 pessoas foram presas até o momento após o ataque às sedes do Palácio do Planalto, STF (Supremo Tribunal Federal) e Congresso Nacional.