Hormônios femininos podem proteger contra coronavírus, indicam estudos

Hormônios femininos podem proteger contra coronavírus, indicam estudos. Foto: Getty Imagens

Por Tiago Varella, da Agência Einstein 

Médicos dos Estados Unidos começaram a testar o tratamento com estrógeno (um dos hormônios responsáveis pelas características femininas) em pacientes do sexo masculino com Covid-19. Acredita-se que a utilização do hormônio possa aumentar a imunidade nos homens. Estão sendo realizados ainda experimentos com a progesterona, também hormônio feminino, que possui propriedades anti-inflamatórias e que poderia proteger o sistema imunológico de efeitos severos causados pelo novo coronavírus.   

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

A ação desses hormônios contra agentes infecciosos já vinha sendo estudada. “Pesquisas mostram que o estrógeno tem ação na enzima do receptor da ECA – proteínas da membrana celular – que diminui a entrada dos vírus nas células”, explica o endocrinologista Paulo Rosenbaum, do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo.  

Leia também

Os estudos partiram da constatação de que as mulheres têm se mostrado mais resistentes ao contágio do novo coronavírus na China, na Itália e nos Estados Unidos. Além do número maior de óbito entre os homens, outro exemplo é o caso das mulheres grávidas, que costumam ter a imunidade mais baixa, mas em razão dos altos níveis de estrógeno e de progesterona estão apresentando sintomas mais leves da Covid-19.  

Para Rosenbaum, no entanto, ainda é cedo para prever se esses hormônios serão eficientes no tratamento contra a Covid-19. “Talvez exista uma possibilidade do uso dos hormônios femininos associado a outros medicamentos, mas ainda não sabemos se as pesquisas vão mostrar os benefícios”, conclui.  

 

(Fonte: Agência Einstein)