Hong Kong dispensa quarentena para Nicole Kidman e gera críticas

·1 minuto de leitura
Nicole Kidman credit:Bang Showbiz
Nicole Kidman credit:Bang Showbiz

Hong Kong concedeu a Nicole Kidman uma isenção de quarentena.

O governo disse em comunicado que a atriz, de 54 anos - que foi vista circulando pelo país poucos dias após o desembarque - está recebendo dispensa especial por se encontrar na região chinesa para “trabalhos profissionais designados”.

Hong Kong tem algumas das medidas de quarentena mais rígidas para impedir a disseminação da Covid-19.

Nicole está em Hong Kong para filmar a série ‘Expats’, da Amazon Prime, que é sobre a vida de expatriados ricos e glamourosos da região.

A declaração do governo dizia: “O caso em discussão recebeu permissão para viajar para Hong Kong com isenção de quarentena para fins de realização de trabalho profissional designado, levando em consideração que é favorável à manutenção do funcionamento e desenvolvimento necessários da economia de Hong Kong.”

A decisão gerou críticas em alguns setores, principalmente porque a isenção veio no momento em que Hong Kong aumentou as restrições de entrada.

Pessoas que chegam de países de alto risco, incluindo os Estados Unidos, onde Nicole mora, agora são obrigados a passar 21 dias em quarentena ao chegar na região, com viajantes vacinados de países de risco médio, como a Austrália, de onde ela veio, precisando passar 14 dias em quarentena.

Usuários das mídias sociais recorreram ao Twitter e à plataforma chinesa Sina Weibo para expressar sua irritação com a decisão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos