Homem se emociona ao finalmente encontrar curativo no tom de sua pele

Homem encontra band-aid no tom de sua pele e se emociona – Reprodução/Twitter @ApollonTweets

A falta de representatividade é uma realidade que afeta as minorias (negros, comunidade LGBTQI) diariamente. Quando se trata de produtos destinados ao tom de pele escura a falta de exemplos é ainda mais nítida.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Aos 45 anos, Dominique Apollon usou o Twitter para dizer que se emocionou ao finalmente encontrar um curativo adesivo da cor de sua pele. “Levou 45 viagens em torno do sol, mas pela primeira vez em minha vida eu sei como é sentir que existe um ‘band-aid no tom de minha pele. Você praticamente não consegue notar na imagem. De verdade, estou segurando as lágrimas”, escreveu.

Dominique é vice-presidente de pesquisa da Race Forward, uma organização sem fins lucrativos que promove a conscientização pela justiça racial. Ele sabe bem o quanto isso, apesar de ser um pequeno detalhe, é de extrema importância.

Leia mais: Modelo denuncia atitude racista em vídeo no backstage da semana de moda de Paris

“Como negro, não estou acostumado a ver produtos voltados para mim. O padrão é tipicamente algum tipo de tom de pele caucasiano”, disse ao “BuzzFeed News”. Ele conta que ficou extremamente ansioso para usar o produto quando o encontrou e o guardou por 5 meses até que precisou usar quando cortou o dedo.

A emoção tomou conta, principalmente ao perceber que é quase impossível notar o curativo. “Eu mal podia ver. Ele se misturou tão perfeitamente que se eu entrasse em uma sala, ninguém notaria que estava usando”.

Leia mais: Modelo sudanesa revela ter sofrido bullying por ser “muito negra”

“Comecei a me sentir triste por ter passado minha vida inteira – 45 anos – talvez sem nunca ter experimentado isso antes. É impossível dizer, mas como eu poderia ter me sentido se tivesse tido essa experiência de cuidado quando criança? É um produto que me diz: ‘Nós vemos você. Você é valorizado'”.