Homem espanca a noiva até a morte durante o casamento, na Rússia

Extra
·1 minuto de leitura

Um homem cometeu feminicídio ao espancar a noiva até a morte durante a realização do casamento deles em Novosibirsk, a terceira maior cidade da Rússia. Stepan Dolgikh, de 33 anos, assassinou Oksana Poludentseva, de 36, depois de sentir ciúmes ao vê-la conversando com um convidado.

Uma testemunha ocular contou à polícia que o noivo começou a bater na mulher e a acusou de “se comportar incorretamente” com um convidado de seu casamento. O investigador-chefe do caso, Kirill Petrushin, revelou à agência de notícias russa "NGS" que Stephan a espancou até que ela parecesse sem vida e a jogou em uma ravina próxima.

“Ele começou a socar e chutar fora de casa. Ele continuou a atacá-la dentro de casa. Ele a agarrou pelos cabelos, bateu nela, empurrou-a para a rua, onde também continuou a bater em seu corpo e cabeça. Quando ela apareceu sem vida "ele a jogou em uma ravina próxima", contou o policial.

Os convidados estariam com muito medo de intervir, mas puderam chamar a polícia para o local. O noivo foi preso em flagrante pela Guarda Nacional Russa. O homem confessou o assassinato.