Homem abusava de mulheres durante "terapia sexual"

A polícia fez a apreensão de documentos e eletrônicos. Foto: Polícia Civil/DEAM Canoas

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul informou, nesta segunda-feira (29), que prendeu um “terapeuta holístico” preventivamente por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Canoas após inúmeros depoimentos de vítimas que foram abusadas pelo homem durante “terapia sexual”.

De acordo com a investigação, quando as vítimas falavam para ele que tinham algum tipo de problema sexual, ele começava os abusos. Durante as sessões, o suspeito sempre começava com conversas e depois ia aumentando o grau de contato com as vítimas, até concluir os abusos.

Leia também:

Ainda de acordo com a polícia, ele fazia com que as mulheres tocassem nas partes íntimas dele e também praticassem sexo oral. Em ao menos um caso, ele também evoluiu para a penetração. Sendo assim, desde maio, a delegacia especializada tomou conhecimento dos fatos pelos quais as pacientes foram feitas vítimas de abuso sexual.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Todos os “atendimentos” eram particulares. O suspeito se intitulava palestrante, escritor e professor. Além de serem vítimas das “terapias” propostas pelo homem, as mulheres também pagavam por palestras ministradas por ele com a promessa de que iriam crescer profissionalmente. Algumas das vítimas tiveram gastos cima de R$ 25 mil.

De acordo com a polícia, as vítimas estavam muito fragilizadas emocionalmente e viam no homem uma figura de “mestre”. Por conta disso, elas ficavam constrangidas durante as sessões de abuso e não conseguiam contar sobre a situação para ninguém.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.