Homem com 27 passagens pela Lei Maria da Penha é preso após assédio em trem

Redação Notícias
Central do Brasil train with city center in the background, Rio de Janeiro, Brazil
Suspeito foi detido por passageiros, que acionaram agentes da SuperVia. (Foto: Getty Images)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Polícia deteve um homem suspeito de assediar sexualmente uma passageira em um trem, no Rio

  • Na delegacia, policiais constataram que o suspeito acumulava 27 passagens relacionadas à Lei Maria da Penha

Um homem foi preso na noite desta terça-feira (8) após passageiros de um trem denunciarem que ele havia assediado sexualmente uma passageira, no Rio de Janeiro. O caso aconteceu por volta das 18h30 na linha que ia da Estação Central do Brasil em direção a Japeri, na Baixada Fluminense.

Agentes da SuperVia foram chamados para conter uma confusão na estação terminal próxima ao ramal do Japeri. Os agentes acionaram a PM (Polícia Militar) para conduzir o agressor e prestar assistência à vítima. As informações são do jornal Extra.

Leia também

Ao chegarem no 4ª DP, no Centro do Rio, onde o homem foi autuado e preso em seguida. Lá, a polícia constatou que o suspeito já tem 27 passagens em ocorrências relacionadas à Lei Maria da Penha.

Ele foi autuado conforme artigo 215-A do Código Penal, que versa sobre condutas envolvendo importunação sexual. Desde o início deste ano, a SuperVia registrou 19 casos de prisões ou detenções por assédio sexual nos trens ou estações.

Em nota enviada ao jornal, a concessionária que administra os trens "repudia casos de desrespeito às mulheres e cumpre as medidas que visam protegê-las, como a disponibilização de um carro exclusivo para elas, cartazes com telefones úteis para denúncias de assédios, avisos sonoros e campanhas de conscientização para orientar e ampliar a boa convivência dentro dos trens".