Home office agora é permanente? Executivos de Salesforce e Banco do Brasil explicam

Erik Paulussi
·1 minuto de leitura

O futuro do trabalho é home office o tempo inteiro? Apesar da quarentena ter mostrado que é possível unir eficiência ao trabalho remoto, mas isso cancela a necessidade de um ambiente físico?

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Neste episódio de Líderes, Fabio Costa, vice-presidente da Salesforce no Brasil, e Mauro Ribeiro Neto, vice-presidente corporativo do Banco do Brasil, discutem o modelo ideal para o funcionário.

Episódios anteriores

Para o vice-presidente do BB, o modelo híbrido, onde o colaborador tem uma flexibilidade entre usar o escritório e sua casa, deve ser o predominante na maioria das empresas que ainda não o adotavam pré-pandemia.

PODCAST LÍDERES: OUÇA A CONVERSA COMPLETA AGORA!

Já o presidente da Salesforce no Brasil ressalta que o home office ainda não conseguiu substituir a "hora do cafézinho", um momento de mais descontração do trabalho onde é possível ter insights criativos para solucionar problemas ou trazer novas ideias.

Quem é Fabio Costa

Fabio Costa, CEO da Salesforce Brasil (Foto Marcelo Justo/Divulgação)
Fabio Costa, CEO da Salesforce Brasil (Foto Marcelo Justo/Divulgação)

Formado em Processamento de Dados pela PUC-Rio, iniciou a carreira como consultor na IBM, onde trabalhou por oito anos. Depois passou por IDC, Oracle, Estadão, e Microsoft, onde ocupou o cargo de vice-presidente de soluções corporativas. Assumiu a presidência da Salesforce no Brasil em fevereiro de 2019.

Quem é Mauro Ribeiro Neto

Mauro Ribeiro Neto, Vice-Presidente Corporativo do Banco do Brasil (Foto: Brito Júnior/Divulgação)
Mauro Ribeiro Neto, Vice-Presidente Corporativo do Banco do Brasil (Foto: Brito Júnior/Divulgação)

Formado em direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora, foi membro do conselho administrativo da Neoenergia e diretor do Departamento de Governança e Avaliação de Estatais. Antes de assumir como vice-presidente corporativo, foi assessor especial do presidente do Banco do Brasil.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube