Há mais solteiros do que nunca houve na história, e isso é uma boa notícia

 

Reprodução/Pixabay

Se você já sentiu que seus amigos o abandonaram depois que se casaram e tiveram filhos, você não é o único.

Mais do que atingir apenas indivíduos, este problema pode ter um impacto em toda a nossa sociedade, diz Bella DePaulo, da Universidade da Califórnia, Santa Barbara.

Na verdade, mais e mais pessoas decidem continuar solteiras, e isso pode ser uma coisa boa, já que são os solteiros que fornecem a “cola” que mantêm unida a nossa sociedade cada vez mais insular.

DePaulo disse que uma pesquisa feita em 2014 sugeriu que cada vez mais pessoas estão decidindo permanecer solteiras. A previsão é que um em cada quatro dos jovens adultos de hoje não se casem antes dos 50 anos de idade.

Escrevendo para o The Conversation, DePaulo disse que numa época em que as famílias suburbanas estão cada vez mais isoladas, as pessoas solteiras podem ter uma função útil na sociedade.

DePaulo diz: “Por anos, as comunidades em todo mundo foram organizadas por grupos de famílias que vivem em lares suburbanos. Mas há alguns sinais de que isso já não está funcionando muito bem nos dias de hoje”.

“Esses lares são frequentemente muito isolados, distantes do trabalho e de outras pessoas. De acordo com uma pesquisa nacional, que ocorre desde 1974, os americanos nunca foram menos propensos a serem amigos de seus vizinhos do que são agora”.

“As pessoas solteiras estão resistindo a essa tendência. Por exemplo, elas são mais propensas a ajudar do que as pessoas casadas, além de incentivar e socializar com seus amigos e vizinhos. Elas também são mais propensas a visitar, oferecer apoio, aconselhamento e manter contato com seus irmãos e pais”.

“Na verdade, os solteiros são frequentemente o coração pulsante de suas cidades. Eles tendem a participar mais de eventos públicos e grupos, inscrevendo-se com mais frequência em aulas de arte, música e saindo para jantar mais frequentemente do que pessoas casadas”.

Rob Waugh
Yahoo Style UK