Helena Bonham Carter defende J.K. Rowling de acusações de transfobia: "Insano"

Helena Bonham Carter como a bruxa Belatriz Lestrange em
Helena Bonham Carter como a bruxa Belatriz Lestrange em "Harry Potter". (Foto: Divulgação/Warner Bros.)

Depois de Ralph Fiennes, chegou a vez de Helena Bonham Carter defender J.K. Rowling. A escritora da saga "Harry Potter" se envolveu em polêmicas após fazer declarações contra a comunidade trans.

Famosa por interpretar Belatrix Lestrange, a Comensal da Morte da franquia do bruxo mais famoso do cinema, a atriz britânica classificou o caso de Rowling como mais um ato da “cultura de cancelamento”.

De acordo com Carter, as pessoas deveriam ter sua opinião respeitada. “É horrendo, muita porcaria. Eu acho que [Rowling] foi cercada. Foi levado ao extremo, essa necessidade de julgamento das pessoas", declarou em entrevista ao "The Times".

"Ela tem direito à sua opinião, particularmente se ela já sofreu abuso", justificou a atriz de "The Crown". "Todos carregam consigo sua própria história de trauma e isso forma suas opiniões, e você tem que respeitar as motivações das pessoas e sua dor".

"Você não tem que aceitar nada, isso seria insano e chato. Ela não está tentando ser agressiva, ela está apenas dizendo algo que vem de sua experiência", completou ela.

Nos últimos anos, J.K. Rowling se tornou uma figura polêmica após ter se manifestado diversas vezes contra a comunidade trans com postagens nas redes sociais. Recentemente, o ator Daniel Radcliffe, o eterno Harry Potter, explicou o motivo de ter escrito uma carta aberta se posicionando contra os discursos transfóbicos da autora, em 2020.

"A razão pela qual me senti muito, muito como se eu precisasse dizer algo quando o fiz foi porque, particularmente, desde que terminei [a saga] Harry Potter, eu conheci tantas crianças e jovens queer e trans que tinham uma enorme identificação com Potter nisso", explicou em entrevista ao "IndieWire". "Então, vendo essas pessoas machucadas naquele dia, eu queria que elas soubessem que nem todos na franquia se sentiam assim. E isso foi muito importante".