"Harry Potter" é acusado de antissemita por caracterização dos duendes

·1 min de leitura
Imagem da franquia
Imagem da franquia "Harry Potter". Foto: Divulgação/Warner Bros.

Resumo da notícia:

  • "Harry Potter" é acusado de antissemita por caracterização dos duendes

  • Comediante afirma que os traços dos Gringotes se assemelham à caricaturas de judeus de livro antissemita

  • J.K. Rowling e a produção da franquia ainda não se manifestaram sobre os comentários

A caracterização dos duendes da franquia "Harry Potter" está sendo acusada de antissemita. Em declaração no podcast "On The Problem", o comediante Jon Stewart levantou a observação. 

De acordo com o apresentador judeu, os traços dos Gringotes, que comandam o banco do mundo mágico, se assemelham à caricatura de judeus no livro antissemita "The Protocols of Elder Zion", publicado em 1903.

"Quero mostrar para vocês uma caricatura. Eles ficaram 'ah, isso é do Harry Potter!', e não. É uma caricatura de um judeu em um texto literário antissemita. E a J.K. Rowling pensou 'podemos colocar esses caras para comandar o banco?", declarou Stewart.

"Foi uma das coisas que eu vi na tela e eu esperava que as pessoas se chocassem. 'Ela não fez isso! Ela botou judeu para comandar um banco subterrâneo'. E todo mundo só 'ah, bruxos!'. Foi tão estranho", completou.

Vale lembrar que antissemitismo é o comportamento de discriminação contra os judeus ao colocá-los como grupo inferior frente à sociedade. 

J.K. Rowling e a produção da franquia baseada nos livros da autora ainda se manifestaram sobre as acusações de Stewart. Confira:

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos