Harry alega que William e Kate o incentivaram a usar fantasia nazista em festa

Harry alega que William e Kate o incentivaram a usar fantasia nazista credit:Bang Showbiz
Harry alega que William e Kate o incentivaram a usar fantasia nazista credit:Bang Showbiz

O príncipe Harry alegou que o príncipe William e Kate Middleton o incentivaram a usar uma fantasia nazista em uma festa.

O duque de Sussex se viu no olho do furacão quando foram divulgadas fotos dele usando o famigerado uniforme militar com uma suástica no braço esquerdo em um evento de 2005, e, agora, ele relatou que seu irmão mais velho, o príncipe William, e sua cunhada Catherine morreram de rir com a roupa e o encorajaram a vesti-la na ocasião.

De acordo com a coluna PageSix - que obteve uma cópia vazada da autobiografia de Harry, 'Spare' ['O que sobra', em português] - o príncipe estava indeciso entre o controverso traje e uma roupa de piloto, e pediu a opinião do casal.“Liguei para Willy e Kate, perguntei o que eles achavam. Disseram para eu usar o uniforme nazista. Os dois riram muito. Seria pior do que a roupa colada de Willy! Bem mais ridículo! Esse era o ponto", explicou ele.

O príncipe de 38 anos, que tinha 20 na época da festa, falou recentemente sobre seu arrependimento por usar o uniforme.

"Foi provavelmente um dos maiores erros da minha vida. Senti-me tão envergonhado depois", disse ele no terceiro episódio da série documental da Netflix 'Harry e Meghan'.

"Tudo o que eu queria fazer era me retratar. Sentei-me e conversei com o Rabino-Chefe em Londres, o que teve um impacto profundo em mim. Fui a Berlim e conversei com um sobrevivente do Holocausto. Eu poderia simplesmente ter ignorado, seguido em frente e cometido os mesmos erros repetidas vezes em minha vida. Mas aprendi com isso", desabafou.

Na época do escândalo, Harry se desculpou por sua "escolha infeliz".

"Sinto muito se causei alguma ofensa ou vergonha a alguém. Foi uma escolha infeliz de fantasia e peço perdão", disse ele em um comunicado na ocasião.