Halle Berry pede desculpas e desiste de viver homem transgênero no cinema

Halle Berry (Photo by Axelle/Bauer-Griffin/FilmMagic)

Halle Berry veio a público pedir desculpas via nota oficial entregue à imprensa. A atriz havia sido criticada após anunciar em uma live realizada na sua conta no Instagram que faria um homem transgênero no cinema. Na internet, pessoas da comunidade LGBTQ+ defenderam que um ator trans fosse escalado para o papel no lugar dela.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"No fim de semana, tive a oportunidade de discutir ter considerado este papel como um homem transgênero e gostaria de me desculpar por minhas declarações", escreveu a atriz, na nota. "Como mulher cisgênero, eu agora entendo que não deveria ter considerado este papel e que a comunidade transgênero deveria sem dúvidas ter a oportunidade de contar sua própria história."

Leia também

Além de aceitar o papel, Berry ainda irritou a comunidade transgênero ao dizer que se tratava de "uma história sobre uma mulher". "É uma mulher. É uma história feminina. Sim, ela fez a transição para homem, mas quero entender o porquê e o como. Então estou torcendo para que eu consiga fazer isso", falou na live.

Em 2018, Scarlett Johansson passou por situação semelhante: ela estava escalada para viver o homem trans Dante "Tex" Gill no filme Rub & Tug, mas desistiu do trabalho após ser criticada nas redes sociais - algo que não aconteceu em A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell, quando Scarlett não cedeu e protagonizou o longa, mesmo acusada de embranquecer o universo criado por Masamune Shirow.

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário