Halle Bailey aparece como Ariel pela primeira vez no trailer de "A Pequena Sereia"

Halle Bailey como Ariel no live-action
Halle Bailey como Ariel no live-action "A Pequena Sereia". (Foto: Reprodução/Walt Disney Studios)

A Disney liberou nesta sexta-feira (9) o trailer oficial de "A Pequena Sereia", filme que adapta para live-action a animação clássica. A prévia revela detalhes do visual de Halle Bailey como a princesa Ariel e mostra a protagonista cantando a música "Part of Your World".

Além da artista, o elenco terá Jacob Tremblay (“O Quarto de Jack“), Awkwafina (“Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis”), Javier Bardem (“Apresentando os Ricardos"), Melissa McCarthy ("Esquadrão Trovão") e Daveed Diggs (“Hamilton”).

O live-action terá Rob Marshall (“O Retorno de Mary Poppins”) como diretor e roteiro de Jane Goldman (“X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”). Já Alan Menken (“Aladdin”) e Lin-Manuel Miranda (“Em um Bairro de Nova York”) ficarão responsáveis pela trilha sonora, que deve contar com faixas da animação clássica e também com adição de canções originais.

O live-action de “A Pequena Sereia” será lançado em 26 de maio de 2023.

Halle Bailey recebeu apoio da família para não desistir do papel

Após ser anunciada como Ariel, a cantora Halle Bailey foi alvo de ataques racistas. Em entrevista à "Variety", ela revelou que recebeu o apoio da família para não desistir do papel.

Enquanto muitos comemoravam a escalação, a artista foi alvo de ataques de pessoas que não aceitavam uma mulher negra interpretando a princesa. “Foi uma coisa inspiradora e linda ouvir as palavras de encorajamento, me dizendo: ‘Você não entende o que isso está fazendo por nós, por nossa comunidade, por todas as meninas pretas e pardas que vão se ver em você’”.

“Quero que a garotinha que mora em mim e as garotinhas como eu, que estão assistindo, saibam que são especiais e que devem ser princesas de qualquer jeito”, declarou Halle. Ela espera que consiga levar para outras crianças a representatividade que não teve enquanto crescia assistindo aos contos de fadas da Disney. “O que isso teria feito por mim, como isso teria mudado minha confiança, minha crença em mim mesma, tudo”, contou. “Coisas que parecem tão pequenas para todo mundo são tão grandes para nós”.