Tchau, cerveja! 8 hábitos que Marília Mendonça (e toda grávida) precisa mudar com a gestação

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Marília Mendonça (Foto: Reprodução/Instagram @mariliamendoncacantora)
Marília Mendonça (Foto: Reprodução/Instagram @mariliamendoncacantora)

Marília Mendonça está esperando o primeiro filho. A cantora sertaneja está no primeiro trimestre da gestação e vem curtido a novidade com o namorado Murilo Huff, de 23 anos. A notícia surpreendeu seus fãs no último sábado (22), que já estão ansiosos para acompanhar essa nova fase da “rainha da sofrência”.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Com o bebê a caminho, a futura mamãe vai precisar mudar seu estilo de vida para preservar a sua saúde e a do filho neste período. Alberto D’Áuria, médico ginecologista e obstetra da Maternidade Pro Matre Paulista, lista alguns hábitos que Marília e outras mulheres que também estão no início da gravidez devem evitar, rever ou reforçar a partir de agora.

Leia também

Confira abaixo as orientações do especialista:

1. Evitar andar de avião

Marília Mendonça (Foto: Reprodução/Instagram @mariliamendoncacantora)
Marília Mendonça (Foto: Reprodução/Instagram @mariliamendoncacantora)

Marília viaja o Brasil fazendo shows e, muitas vezes se locomove de avião ou jatinho com a sua equipe para chegar mais rápido nos lugares. Voar, no entanto, não é indicado até a 10ª semana de gestação. Por causa da pressurização da aeronave, o sangue circula pelo corpo em uma velocidade menor, o que aumenta a possibilidade de coagulação e riscos para o embrião que ainda está em formação.

A partir da 26ª semana, as gestantes devem evitar voos de longa distância devido às chances de um parto prematuro. Durante a viagem de avião, as grávidas devem usar meias compressão para evitar trombose, beber bastante água e se movimentar sempre que possível.

2. Reavaliar rotina de atividade física

A sertaneja não é daquelas que ama levantar peso, mas vira e mexe aparece treinando nas redes sociais. O obstetra diz que é importante que as gestantes suspendam a atividade física até a 12ª semana de gestação. Qualquer exercício impacto ou de muito esforço pode evoluir para um abortamento. Após o período, as gestantes devem reavaliar a rotina junto com o médico, que vai prescrever as opções adequadas para a paciente no novo momento.

3. Manter dieta balanceada

Em 2018, ela passou por uma reeducação alimentar e deve manter a dieta saudável durante a gestação. O ideal é que ela coma de três em três horas, já que o feto não pode ficar em jejum por muito tempo. Reforçar o consumo de fibras, gorduras boas e água também é fundamental.

4. Diminuir o consumo de cafeína

Marília Mendonça (Foto: Reprodução/Twitter @mariliamreal)
Marília Mendonça (Foto: Reprodução/Twitter @mariliamreal)

Como uma boa brasileira, Marília adora um café. O consumo durante a gestação não é proibido porém deve ser limitado a duas xícaras por dia. A cafeína é um acelerador de metabolismo: aumenta a frequência cardíaca e as chances de hipertensão. Chás de camomila e erva cidreira são ótimas alternativas.

5. Nada de bebidas alcoólicas...

Conhecida por ser boa de copo, a cantora terá que deixar a cerveja de lado. O especialista afirma que a ingestão de bebida alcoólica na gravidez é proibida. “Existe a síndrome do alcoolismo fetal (SAF) em que ocorre o derretimento da massa encefálica do feto quando a mãe o expõe a altos níveis de álcool. Trata-se de uma lesão irreversível no tecido”, explica D’Auria. A SAF causa alterações no rosto e no desenvolvimento psicomotor.

6. ...e muito menos comidas cruas!

O consumo de alimentos crus como carne, ovo e morango (sim, essa frutinha que parece inofensiva) aumenta o risco de toxoplasmose. A doença, no entanto, é tratável. Marília também deve dobrar o cuidado na hora de lavar a salada para evitar qualquer contaminação. As fãs de comida japonesa podem ficar tranquilas: o peixe cru está liberado na gravidez, mas com moderação. O produto contaminado pode causar infecção intestinal.

7. Dar fim à automedicação

Sabe aqueles remedinhos que são tiro e queda para qualquer dor? Eles não estão disponíveis para as grávidas. Um medicamento para dor de cabeça, por exemplo, pode causar o descolamento do saco gestacional, que pode evoluir para um aborto. Ou seja, nada de automedicação neste período!

8. Apostar em alternativas para a tintura de cabelo

Marília Mendonça (Foto: Reprodução/Instagram @mariliamendoncacantora)
Marília Mendonça (Foto: Reprodução/Instagram @mariliamendoncacantora)

A nossa amiga Marília também é adepta das mechas loiras como muitas de nós. A partir de agora, ela deve abolir as tinturas com amônia. Mas isso não significa que as grávidas precisam abrir mão da vaidade, viu? Aposte em tonalizantes ou em luzes que podem começar a partir de meio centímetro de distância da raiz dos fios. “Qualquer substância química que entra na corrente sanguínea pode ser perigosa para o embrião ou o feto”, afirma o obstetra.

Anotou as dicas? Lembre-se que você deve seguir as orientações de um médico especialista e de sua confiança durante a gestação. Mas nada de pira também. Gravidez é saúde acima de tudo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos