Há 26 anos, mulher salva cachorros e outros animais da prática de eletrocussão na Índia

Redação
Facebook/shiranee.pereira

Shiranne Pereira é ativista em defesa dos direitos dos animais na Índia. Há 26 anos, ela resgata animais em perigo na região de Chennai.
De 1932 a 1995 milhares de cachorros eram mortos todos os anos em um ritual. Eles eram encharcados de água salgada e eletrocutados na sequência. “Eles eram brutalmente assassinados, quando tudo o que precisavam era amor e carinho”, afirmou Shiranne.
Graças a luta da ativista, a prática foi proibida na região.

Facebook/shiranee.pereira

“Eu não tenho filhos humanos, mas sou um pouco mãe de mais de oitocentas lindas criaturas. Toda noite, quando vou checar como eles estão dormindo, é o momento mais emocionante do dia para mim”, declarou Shiranne em entrevista ao The Better India.
No Facebook, a indiana compartilha imagens dos animais que resgata. Eles moram um campo de 38 mil metros quadrados e que pertence a Shiranne.

Facebook/shiranee.pereira

No terreno convivem, em harmonia, centenas de cachorros, 120 gatos, 185 bois, 40 cabras, 16 pôneis e 11 cavalos.

Facebook/shiranee.pereira

Shiranne Pereira é integrante do Comitê para o Propósito de Controle e Supervisão de Experimentos em Animais (CPCSEA). Atualmente ela se esforça para encontrar alternativas para os testes de drogas em animais.

Facebook/shiranee.pereira