Gusttavo Lima canta por R$ 1 mi no RJ, diz 'tamo junto' ao prefeito e ignora 'CPI'

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Gusttavo Lima ignorou a polêmica em torno de seu cachê milionário e das altas somas pagas a outros artistas sertanejos com dinheiro público num show que fez nesta quarta à noite, em Magé, no interior do Rio de Janeiro.

A apresentação custou R$ 1 milhão aos cofres da prefeitura da cidade, e entrou na mira do Ministério Público, que investiga supostas irregularidades na contratação do artista.

Contudo, segundo o jornal O Globo, o artista saudou o prefeito, Renato Cozzolino. "Alô, prefeito. Aquele abraço, tamo junto", disse ele, durante a música "Um Homem de Família".

Ainda de acordo com o jornal, o prefeito subiu ao palco e afirmou que "nos últimos dias fomos massacrados, alvos de fake news. Mas batemos o pé e vai ter Gusttavo Lima, sim. Este ano foi de improviso, mas ano que vem tem mais".

Lima, o sertanejo mais caro do país, que cobra a média de R$ 1 milhão por apresentação, está no centro de uma discussão sobre o uso de dinheiro do pagador de impostos para custear seus shows. Ele se apresenta em pequenas cidades pelo Brasil, bancado pelas prefeituras, assim como outros nomes do sertanejo, a exemplo de Bruno e Marrone e Maiara e Maraisa.

No domingo, um show seu em Teolândia, na Bahia, foi cancelado em cima da hora pelo Tribunal de Justiça do estado. Depois de a Justiça voltar atrás e liberar o evento no sábado, o Superior Tribunal de Justiça suspendeu novamente a festa e o artista acabou não se apresentando.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos