Guilhermina Guinle, ex-mulher de Fábio Jr., relembra relação com Fiuk: 'Um fofo'

·2 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO: A atriz Guilhermina Guinle na abertura da exposição
***ARQUIVO***SÃO PAULO: A atriz Guilhermina Guinle na abertura da exposição

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Guilhermina Guinle, 46, contou que está torcendo para Fiuk no BBB 21. Ela foi casada como o cantor Fábio Jr., 67, entre 1993 e 1998 e afirma, em entrevista à colunista Patrícia Kogut, que "Filipe sempre foi um fofo".

"É o primeiro 'BBB' que acompanho e, por coincidência, o Filipe está. Ele vem mostrando uma evolução bem interessante como pessoa. Ele mesmo fala que entrou lá porque era um menino muito fechado. Ele queria essa evolução, queria o convívio com outras pessoas. Ele foi bem corajoso", continua.

Atualmente, Guinle está na novela "Salve-Se Quem Puder" (2020, Globo) como a vilã Dominique, e relembra que quando ela e Fábio Jr. se casaram, o brother tinha apenas dois anos. "Troquei as fraldas daquele garoto. Aí a gente vê o quanto está ficando velha", afirma ela, que tinha 19 anos quando se casou com o artista.

"Eu tinha 19 anos. A Kika tinha 5, a Thainá, 7, e a Cleo, 9. Eu lembro que a gente viajava e Fábio falava: 'Não vamos levar babá. Acaba sendo mais uma pessoa ali. Você segura essa onda?'. E eu ali com 19 anos, me achando, dizia: 'Claro, imagina'. Eu era a Super Nanny", continuou.

"Hoje em dia penso: 'Como aguentava?'. Com 19 anos, é tudo lindo. Eu, apaixonada, achava tudo incrível. Hoje em dia se aparece um homem com, quatro filhos me falando isso, eu digo: 'Chama a babá!'". Ela relembrou das visitas que fazia, na época, ao sítio do ex-marido.

"Filipe era o que menos me dava trabalho. Ele era totalmente grude. Quando Fábio ia pegá-lo, ele perguntava: 'A Gui vai estar lá?'. O Fábio adorava me contar isso. Aquelas fotos que mostraram no BBB, a maioria fui eu que tirei", conta.

Além de estar na novela das 19h, a atriz também está no ar com a reprise de "Ti Ti Ti" (2010, Globo), e afirmou que gosta de revisitar sua personagem, Luísa. "Quanto mais antigo o trabalho, mais divertido rever. Penso: 'Olha este cabelo, olha como eu estava mais magra ou mais gorda'".

"Mulher gosta de acompanhar esse tipo de mudança", completa. "Em relação ao trabalho em si, é interessante porque você vai vendo um amadurecimento grande em relação à atuação", completou.