GTA 6: FBI investiga suposto hacker da Rockstar

O suposto hacker que vazou cerca de 90 vídeos de GTA 6 (Grand Theft Auto 6) e também hackeou a Uber está sendo investigado pelo FBI, o principal órgão de investigação federal nos Estados Unidos.

Conforme noticiado pelo Eurogamer, o hacker que alegou responsabilidade pelo vazamento também disse que estava por trás do ataque cibernético que a Uber sofreu em 18 de setembro. A empresa de taxi fez uma publicação, dizendo que está trabalhando com o FBI e o Departamento de Justiça dos EUA para resolver o assunto.

Reconhecendo que a Rockstar também foi atacada, a Uber acredita que o hacker está associado ao Lapsus$, o grupo por trás da Nvidia, Microsoft e Samsung.

"Acreditamos que esse hacker (ou hackers) estão afiliados ao grupo de hacking chamado Lapsus$, que está mais ativo ao longo do último ano", disse a Uber. "Esse grupo tipicamente usa técnicas similares para atacar empresas de tecnologia, e em 2022 hackeou a Microsoft, Cisco, Samsung, Nvidia e Okta, entre outros."

A empresa ainda diz: "Também há relatos do fim de semana que o mesmo responsável hackeou a desenvolvedora de videogames Rockstar Games. Estamos coordenados com o FBI e o Departamento de Justiça dos EUA para esse assunto e continuaremos a apoiar os esforços deles."

A Rockstar está mantendo GTA 6 em sigilo, e apenas anunciou o game em fevereiro deste ano, mas os vazamentos mostravam gameplay com roubos, troca de tiros, conversas e mais. Os vídeos também confirmaram que GTA 6 terá dois protagonistas, um homem...

GTA 6: FBI investiga suposto hacker da Rockstar
Leia Mais

Rockstar confirma vazamento de GTA 6 e avisa que conteúdo deve ser tirado do ar
Afinal, os vídeos de jogabilidade de GTA 6 vazam na internet ou não?
GTA 6: Data de lançamento, história, personagens, preços e mais