Grupo prepara árvore de Natal para homenagear cães resgatados em rinha

Redação
Divulgação/Polícia Civil do Paraná

O grupo Voluntários de Frei Luiz decidiu prestar uma homenagem aos pitbulls que foram salvos por agentes policiais no dia 16 de dezembro. Os animais eram provocados para participarem de rinha, uma espécie de luta entre os cães - alguns, inclusive, chegaram a morrer.
“Uma sociedade que se diverte com o sofrimento alheio está no mais profundo estágio de ignorância e falta de empatia! Não são só os pobres cachorros indefesos que morrem com isso, morremos todos!”, diz o texto do grupo no Facebook.
A montagem da árvore de Natal com os cães envolvidos por pisca-pisca está sendo compartilhada pelas redes sociais. A carta é assinada pela ONG Amigos de São Francisco, que salva animais em situação de rua.

Saiba como denunciar, passo a passo, maus-tratos praticados contra animais domésticos.

“A indiferença mata, a ganância cega e a prepotência de achar que a nossa vida vale mais que a dos pobres animais atrasa a nossa evolução como seres de amor! Pobres amigos de quatro patas, desculpem a nossa humanidade por ser tão desumana, ou melhor, por ser tão pouco animal, pois se tivéssemos a metade da pureza de coração que a espécie de vocês têm, só saberíamos amar sem julgamentos como vocês fazem e com quem temos tanto a aprender”, diz o texto.
No início de dezembro, a polícia do Paraná resgatou 19 animais que participavam de uma rinha no município de Mairiporã, em São Paulo. Um dos cachorros não sobreviveu em uma das lutas e foi servido como churrasco para participantes. Mais de 40 pessoas, entre veterinários, médicos e um PM, foram presas.