Gretchen faz procedimento de harmonização facial e resultado surpreende fãs

Redação Vida e Estilo
Foto: Reprodução/Instagram (@mariagretchen)
Foto: Reprodução/Instagram (@mariagretchen)

Gretchen está de cara nova! Nesta quarta-feira (30), a cantora compartilhou um clique no Instagram o antes e depois da harmonização facial que fez, detalhando que agora está com a boca mais grossa e o rosto mais angular.

Receba no seu Whatsapp as novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais)

Na legenda, a musa do rebolado falou sobre o novo ano: “E assim começa minha transformação de 2019. Essa foi a primeira sessão da minha harmonização facial e vou continuar as transformações fazendo as lentes de contato e vou finalizar com as cirurgias plásticas”, escreveu.

Leia mais: Conheça a técnica que promete um rosto mais jovem e proporcional sem cirurgia

E continuou com aquela provocação básica aos haters de plantão.:”Vocês sabem que tudo que eu faço eu conto pra vocês. E vocês reclamaram a minha vida toda da minha boca de coringa. Gente, a partir de hoje também. Não vou poder ter haters falando da minha boca. Então, meus haters queridos, daqui a pouco vocês vão falar da nova boca, bochecha, sei que vocês gostam de falar.” Veja a transformação abaixo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Entenda o que é a harmonização facial

Trata-se de uma técnica pouco invasiva que usa diversos tipos de preenchimentos faciais para prevenir o envelhecimento, realçar regiões do rosto ou corrigir pequenas falhas. Ou seja, “para volumizar estruturas da face e melhorar as proporções globalmente”, conta a cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance. Mas, antes de ser realizada é preciso um exame clínico que avalia o rosto como um todo, o que incluí a estrutura óssea, a qualidade da gordura, dos músculos e dos ligamentos. A partir disso é que se determina onde os preenchedores serão utilizados, completa a médica. Importante lembrar: a técnica não é capaz de fazer com que o rosto fique simétrico, já que a assimetria constitucional é natural e faz parte de quem somos. Inclusive, deixa-lo simétrico pode descaracteriza-lo e esse não é o objetivo do procedimento, esclarece o Dr. Jardis Volpe, dermatologista e diretor clínico da Clínica Volpe.