Gretchen fala sobre a sexualidade aos 62: “Cheia de vitalidade"

Gretchen está radiante. Estreando na TV, ela faz parte do elenco do “Encrenca”, da RedeTV!, a cantora comemora a boa fase também na vida pessoal. Convidada do Yahoo Entrevista desta semana, a cantora falou sobre seus 62 anos e o quanto tem se sentido potente com a chegada da idade e maturidade.

“Realmente os 60 são os novos 30. [Sou] uma mulher jovem, cheia de vitalidade, inclusive de sexualidade, e com a cabeça de 60, que é o melhor. Ainda mais com os cuidados que a gente tem de academia, reposição hormonal, um monte de tratamentos estéticos, que continuarei fazendo", debocha dos haters que criticam seus procedimentos estéticos.


"Afinal de contas, esses doutores estudam tanto com técnicas novas, exatamente para a gente poder usufruir”, diz rindo.

Na sociedade estruturada pelo patriarcado, a mulher que passa para a melhor idade geralmente é vista só como avó, como se perdesse o direito de ser livre sexualmente, ter desejos e namorados. Para Gretchen, quanto mais a mulher se conhece, mais ela se fortalece diante dessa herança deixada pelo machismo.

“Eu sou adepta de tudo. Inclusive eu faço terapia tântrica. Acho importantíssimo para a mulher porque se você não se conhece, você não sabe falar pro seu companheiro aquilo que você quer. Eu nunca me senti tão potente, tão dona de mim e tão realizada comigo mesma. Emocionalmente, então nem se fala.”

Casada com o músico Esdras de Souza desde setembro de 2020, a cantora diz que a relação fez com que ela se reconectasse com ela mesma.

“O meu casamento com o Esdras trouxe o colorido de novo pra minha vida. Trouxe a Gretchen verdadeira de volta, trouxe a leveza de ser eu mesma, a alegria de ser o que eu sou.”

Conquista difícil

Feliz no casamento, Gretchen conta que o namoro só começou por conta da insistência dela. Ao conhecer Esdras durante o Círio de Nazaré, em Belém do Pará, a cantora revela que ficou encantada logo de cara, mas foi difícil chamar a atenção do músico.

“Pensa num hominho difícil, viu! Esse aí sabe dizer não. Ele é músico da Fafá de Belém, ela queria que eu fizesse um show ao vivo. Fui ensaiar com a banda dela e conheci ele no ensaio. A hora que eu bati o olho nele, eu falei pra minha irmã: ‘Eu vou casar com esse homem. Não tem como, eu tenho que casar com ele’. Não sabia nem como ele era, mas era uma era uma coisa assim de dentro, que não dá para explicar”, relembra.

No entanto, Esdras estava bastante focado no trabalho e não ficou muito interessado nas investidas da cantora.

“Eu queria conhecer ele melhor, porque até então a gente não tinha nem conversado. E mandava bilhete para ele vir no meu apartamento para a gente conversar, para a gente se conhecer e ele nada. Dizia sempre não. No último dia, ele disse: ‘o máximo que eu posso te dar é um abraço’. Eu falei: ‘Você vai ver esse abraço, onde vai parar’."

Diante da imagem de Nossa Senhora de Nazaré, no Círio de Nazaré, Mariana Belém explicou para Gretchen que para conseguir o que queria, ela teria que fazer um pedido quando a santa passasse por ela e ser bastante específica sobre como queria que o pedido fosse atendido.

“Não deu outra. Ele estava tocando atrás de mim. Eu falei: ‘Olha, não sou sua devota, mas posso ser. Eu quero casar com esse saxofonista que está aqui atrás de mim’. E aí, um ano depois, no outro Círio, eu já estava casada, cumprindo a promessa”, diverte-se.

O jeito doce, com a voz baixa e a educação foram algumas das características que Gretchen enumera sobre ter se interessado em conhecer melhor o músico. No entanto, a troca de experiência entre eles foi o fator decisivo para o namoro acontecer.

"O que mais motivou ele a se desconstruir foi essa vida comigo, conhecer novas coisas que ele nem imaginava como era. A primeira desconstrução dele foi conhecer a família do Thammy, conhecer o relacionamento dele com a Andressa e com o Bento. Ver que existe condições de você ter uma família, que para a sociedade é diferente, mas que é uma família como a sua, que tem amor, que tem carinho, que tem fidelidade, que tem respeito. Ele se desconstruiu e me ensinou várias coisas. Eu era uma pessoa muito impulsiva, muito irritada. Tudo me tirava do sério, hoje vivo uma vida assim, muito tranquila. O nosso relacionamento traz essa cumplicidade de leveza. Estou plena."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos