Grávida, Gabriela Pugliesi afirma que barriga encolheu após ficar doente

Grávida, Gabriela Pugliesi afirma que barriga encolheu após ficar doente (Foto: Thiago Duran/AgNews)
Grávida, Gabriela Pugliesi afirma que barriga encolheu após ficar doente (Foto: Thiago Duran/AgNews)

Gabriela Pugliesi, que espera o seu primeiro filho com o rapper Túlio Dek, compartilhou com seus seguidores, neste domingo (10), ter tido a sensação de que a barriga encolheu após ser acometida por uma virose nos últimos dias. No entanto, a influenciadora fitness tranquilizou as mais de 5 milhões de pessoas que acompanham as suas publicações dizendo que está tudo bem.

"Barriga acordou menor hoje! Tivemos uma virose ontem, mas está tudo bem! Neném não para de chutar. Acordo com ele se mexendo. Um SONHO!", celebrou. Na sequência, ela abriu uma caixa de perguntas nas redes sociais e respondeu a questionamentos de fãs sobre a gestação, como sobre quando sentiu o bebê pela primeira vez:

"Comecei a sentir com 20 semanas, mas não entendia direito o que era. Daí fui percebendo os movimentos e entendi que era ele! Não dá para ver por fora da barriga ainda, porque ele tem espaço dentro, então só eu sinto", afirmou. "Túlio sentiu uma vez porque coloquei a mão dele. Mas toda vez que estou parada ou deitada, ele mexe bastante. É uma delícia e me dá uma tranquilidade também de saber que está tudo bem."

Pugliesi também falou sobre o planejamento para o nascimento da criança e como quer criá-la: "Ele vai nascer em São Paulo, por causa da estrutura toda que tenho aqui. Em paralelo, vamos começar a construir nossa casa na Bahia esse ano, então a ideia é ir com ele para lá com alguns meses de vida", contou. "Eu sou da natureza, quero que meu filho passe o maior tempo que puder no mato. Na praia, com bichos, correndo solto."

Por fim, a influenciadora também disse que já começou a pensar na educação do filho e pensa em levá-lo para morar fora do Brasil: "Tenho uma questão com a educação daqui, com o método de ensino. Não me identifico com quase nada. Não tem nada a ver comigo mais. Não quero meu filho com 7 anos chateado porque é o único da classe que não tem o iPhone 13 Pro Max", declarou. "Pretendemos ficar poucos anos no Brasil e depois morar fora. São planos."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos