Grafiteiro francês captura leveza das nuvens para inspirar crianças

·1 minuto de leitura
Obra do artista francês Saype no alto do Pico Moleson

Por Denis Balibouse

MOLESON, Suíça (Reuters) - O projeto de um grafiteiro francês no alto de uma montanha almeja incentivar uma abordagem mais contemplativa da vida inspirando crianças a se admirar de nuvens passageiras.

A pintura de 1.500 metros quadrados chamada "Un nouveau souffle" (Um Novo Fôlego), do artista Saype, de 32 anos, decora o alto do Pico Moleson, situado no oeste dos Alpes Suíços.

Usando tintas biodegradáveis feitas de pigmentos naturais, como carvão e giz, ela retrata um menino pequeno que sopra bolhas em uma área conhecida por suas nuvens, procurando refletir sobre o elo com a contemplação infantil do céu, disse ele à Reuters.

"Acho que estamos em um mundo que é super pesado e que precisamos de um pouco de leveza, e acredito que as nuvens também são um pouco de um sonho, a imaginação".

"Quando éramos crianças, sempre imaginávamos formas nas nuvens. E acredito que agora também é um momento em que precisamos respirar e --também com leveza-- reaprender a criar pelo devaneio o mundo do amanhã".

Conhecido por grandes obras de grafite em gramados que são melhor vistas do ar, Saype também enfeitou locais que vão de uma favela empobrecida da África do Sul ao gramado diante da sede europeia da Organização das Nações Unidas (ONU) em Genebra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos