Grécia recupera pinturas de Picasso e Mondrian roubadas de galeria em 2012

·1 minuto de leitura

ATENAS (Reuters) - A polícia grega anunciou nesta segunda-feira que recuperou uma obra de arte de Pablo Picasso e outra do pintor holandês Piet Mondrian, ambas haviam sido roubadas da Galeria Nacional da Grécia em 2012.

Ladrões invadiram a galeria e levaram a pintura "Cabeça de Mulher" de Picasso, doada pelo artista espanhol em 1949, e a obra "Moinho" de Mondrian, datada de 1905.

Para enganar os guardas, os ladrões ativaram o sistema de alarme diversas vezes antes de invadir o prédio durante a madrugada. O guarda desligou o alarme para então avistar posteriormente um dos ladrões graças ao detector de movimentos.

Antes de escapar, o ladrão ainda deixou cair uma outra pintura de Mondrian de 1905.

Nesta segunda-feira, a polícia descobriu as duas obras de arte escondidas em um desfiladeiro na região de Atenas e prendeu um homem grego, afirmou uma autoridade policial em condição de anonimato.

As autoridades gregas devem fazer uma declaração oficial sobre o caso na terça-feira.

(Reportagem de Angeliki Koutantou)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos