Governo Federal libera R$ 77,1 milhões para criação de mais de 1.600 leitos de UTI em SP

Gabriel Melloni
·1 minuto de leitura
UTIs em São Paulo estão quase todas lotadas (Gustavo Basso/NurPhoto via Getty Images)
UTIs em São Paulo estão quase todas lotadas (Gustavo Basso/NurPhoto via Getty Images)
  • Medida foi publicada no Diário Oficial da União

  • Serão beneficiados 63 municípios paulistas

  • Doria recuou após sinalizar lockdown

O Governo Federal anunciou nesta quinta-feira a liberação de R$ 77,1 milhões para a criação de novos leitos de UTI para combate ao coronavírus em São Paulo. A medida foi publicada pelo Ministério da Saúde no Diário Oficial da União.

A portaria autoriza a instalação de 1.600 novos leitos para adultos, além de oito para crianças, e estabelece que todos sejam utilizados para tratamento de pacientes com o coronavírus. Ela garante, também, o repasse mensal de R$ 77,184 milhões para custear as novas estruturas.

Leia também:

O documento estabelece que os recursos serão oriundos do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde, disponibilizados ao governo de São Paulo e seus municípios.

A portaria foi assinada por Eduardo Pazuello, que deixou o Ministério da Saúde na última terça-feira, substituído por Marcelo Queiroga. Ela prevê que 63 municípios sejam beneficiados com a criação dos novos leitos.

São Paulo vive situação crítica pelo coronavírus

São Paulo registrou mais de 600 mortes pelo segundo dia consecutivo na última quarta-feira, quando aconteceram 617 óbitos por causa da Covid-19. A ocupação de leitos de UTI no estado chegou a 90,3%.

Após indicar lockdown, Doria disse que
Após indicar lockdown, Doria disse que "a imprensa não pauta" suas decisões

O governador João Doria indicou que anunciaria medidas mas duras no combate ao vírus, mas recuou na última quarta-feira e se esquivou ao ser questionado sobre um possível lockdown. Desde segunda-feira e até o próximo dia 30, São Paulo vive a fase emergencial do Plano SP.