“O trabalho libertará”: Campanha do governo federal é comparada a slogan nazista

Campanha do governo federal e comparada a slogan nazista - Foto: Reprodução

A nova campanha da Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) gerou polêmica nas redes sociais. A pasta divulgou no Twitter um vídeo em que reclama da cobertura da imprensa em relação ao novo coronavírus. O que gerou discussão, porém, foi o slogan: “O trabalho, a união e a verdade nos libertará”.

Embora lembre o versículo bíblico João 8:32, “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”, repetido constantemente pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a frase divulgada pela Secom foi comparada a um slogan nazista, "Arbeit macht frei" (“O trabalho liberta”, em alemão).

Leia também

A expressão ficou conhecida por ter sido colocada na entrada dos campos de concentração do regime de Adolf Hitler durante a Segunda Guerra Mundial.

Internautas lembraram outra campanha oficial do governo, um vídeo em que Roberto Alvim, então chefe da Secretaria Especial de Cultura, utilizou linguagem nazista e frases de Joseph Goebbels, ministro da propaganda nazista. O secretario foi demitido após a repercussão negativa do material.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.