"Governo Bolsonaro me usou como desculpa para falta de avanços", diz Moro

Colaboradores Yahoo Notícias
·1 minuto de leitura
BRASILIA, BRAZIL - APRIL 24: Minister of Justice Sergio Moro speaks during a press conference to announce his resignation after president Bolsonaro dismissed Federal Police Chief Mauricio Valeixo at the Justice Ministry in Brasilia, Brazil, on April 24, 2020 in Brasilia. (Photo by Andressa Anholete/Getty Images)

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou que o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) usou sua presença na equipe como desculpa para mostrar que estava agindo contra a corrupção.

Em entrevista ao jornal Financial Times, o ex-juiz disse que a agenda anticorrupção estava enfraquecida desde a eleição de Bolsonaro ao Planalto, em 2018.

“Uma das razões para eu sair do governo foi que não estava se fazendo muito [contra a corrupção]”, declarou Moro. “Eles estavam usando minha presença como uma desculpa, então eu saí. A agenda anticorrupção tem sofrido reveses desde 2018”, complementou.

Moro deixou o ministério em abril, acusando o presidente de tentar interferir politicamente no comando da Polícia Federal no Rio de Janeiro, provocando a abertura de um inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal).

“Ele mudou o diretor da Polícia Federal sem pedir minha opinião e sem uma boa causa. Não acho que dá para combater corrupção sem respeitar a lei e a autonomia das instituições que investigam e denunciam crimes”, afirmou o ex-ministro.