Goleiro do Vasco critica nota de supermercado após morte de Beto Freitas: 'Toda vez é o mesmo discurso'

LANCE!
·1 minuto de leitura


O Brasil se chocou com um triste acontecimento nesta semana. Um dia antes da comemoração do Dia da Consciência Negra, João Alberto Silveira Freitas acabou sendo morto após ser agredido por um policial militar e um segurança do supermarcado Carrefour em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

O fato, que revoltou muitos e gerou inúmeros protestos em inúmeras lojas do supermercado ao redor do Brasil com discursos condenando um possível caso de racismo, ganhou atenção internacional. Através das redes sociais, o goleiro Lucão, do Vasco, fez fortes críticas a nota divulgada pela empresa.

- Vocês sempre com essas notas de m****. To cansado disso, toda vez é o mesmo discurso. Vão se f****, c****** - disparou.

Na nota, o supermercado comunica que rescindiu o contrato com a empresa que fornecia, de forma terceirizada, os serviços de segurança para as lojas da marca. Entretanto, a rede foi alvo de protestos por movimentos sociais ao redor do Brasil.