Godard, aos 90 anos, afirma que dirá 'adeus' ao cinema após mais dois roteiros

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cineasta francês Jean-Luc Godard afirmou estar, aos 90 anos, se aproximando da aposentadoria. "Estou terminando minha vida no cinema --sim, a vida de cineasta-- fazendo dois roteiros e, depois, direi adeus, cinema." A declaração do diretor de "Acossado" e um dos pilares da nouvelle vague francesa foi dada em uma entrevista ao Festival Internacional de Kerala, na Índia. Gravada em uma chamada de vídeo, a conversa dá sequência a uma série de aparições virtuais de Godard, que é avesso a entrevistas e eventos. Em abril de 2020, o diretor falou na página da Universidade de Arte e Design de Lausanne, na Suíça, com colegas sobre nouvelle vague e sua visão de que "o cinema é um antibiótico". Antes, no Festival de Cannes de 2018, Godard surpreendeu os jornalistas ao aparecer para dar um alô pelo celular, direto de casa, na entrevista coletiva sobre o filme "Imagem e Palavra".